Novidades

Novidades do Centro de Tradições Gaúchas Querência do Prata.

  »   Novidades

Festa Junina 2017

15 de julho de 2017

As festas juninas situam-se no ciclo junino, no período de 13 a 29 de junho. Essas festas realizavam-se no solstício de verão da Europa (junho/julho). Foram difundidas pelos legionários romanos, chegando assim a Portugal. Com o advento do cristianismo, receberam nova roupagem, substituindo-se os deuses pelos santos do haliálogo católico romano.

Comemoradas no Brasil desde o século XVI e trazidas pelos portugueses, as festas juninas sofreram adaptações, com costumes novos agregados aos antigos, apresentando características diversas de acordo com cada região do País.

As festas juninas no Rio Grande do Sul, no seu sentido, verdadeiramente, folclórico, são distintas das comemorações caipiras.  O Movimento Tradicionalista Gaúcho não é contra as Festas Juninas Caipira, desde que seja dentro dos princípios tradicionais corretos. É preciso respeitar as tradições de outras regiões do nosso País. Por isso, vem propondo a realização de Festas Juninas Gaúchas nos Centros de Tradições Gaúchas em comemoração a São Pedro, Santo Padroeiro do Rio Grande do Sul.

Festa importante no calendário gaúcho, com grande significado, porque mobilizam comunidades que, de certa forma, evidenciam suas devoções e aproveitam momentos para grande congraçamento social. Em muitos rincões do Estado, principalmente no ambiente simples do nosso homem do campo, as festas de maior significado na comunidade continuam sendo as comemorações dos Santos Padroeiros.

Resgatando assim estas festas, o Centro de Tradições Gaúchas Querência do Prata, através de seu Departamento Cultural, Departamento Jovem e Gestão Interna- 2016/2017, de Peões e Prendas realizou no sábado último, dia 15, uma verdadeira festa típica  junina do RS, comemorando O SANTO PADROERIO DO RS,  SÃO PEDRO.

Foi uma tarde muito agradável, quando as famílias realizaram atividades diversas como, quadrinhas, dobraduras, cantigas, charadas, trava-línguas, orações, benzeduras,  explicações sobre a diferença entre vestimenta caipira e vestimenta gaúcha, explanação sobre os três santos juninos e suas respectivas fogueiras, dançou-se a dança tradicional gaúcha da festa junina, a DANÇA DO PAU-DE-FITAS, houve confraternização com comidas típicas, foram construídas  as três fogueiras respectivas  uma para  cada santo, e para finalizar realizou-se um terno junino e uma pequena procissão luminosa.

O Centro de Tradições Gaúchas Querência do Prata agradece a todos quantos participaram das atividades, contribuindo para o resgate das tradições e costumes gaúchos.

Clique na foto ao lado para ver mais imagens

"Chimarreando no presente pela glória do passado."

55 anos de tradição, cultura e cidadania.